Como forma de celebrar os três anos de implantação das Bases de Segurança Comunitária em Minas Gerais, a Polícia Militar iniciou, nesta sexta-feira (11), a operação Segurança Cidadã para a potencialização do trabalho de prevenção à criminalidade. A ação terá duração de 7 dias.

Em Belo Horizonte, o lançamento da operação ocorreu na Praça da Liberdade, região Centro-Sul da capital, com a presença de parte do efetivo das bases de BH, Contagem e Vespasiano, na região metropolitana.

Entre as ações que serão empenhadas pela operação em todo o Estado, haverá o reforço de práticas que já são realizadas rotineiramente, como abordagens a pessoas e veículos em atitude suspeita e redação de boletim de ocorrência, além de outras, menos comuns. 

"Vamos realizar visitas a comunidades, aos comerciantes, para orientação por meio de reuniões, que estão sendo feitas de forma presencial ou por videoconferência, devido à pandemia", explicou o diretor de operações da PMMG, coronel Alexandre Magno.

Projeto bem-avaliado

Conforme o gestor, a operação Segurança Cidadã busca comemorar os resultados do projeto de bases comunitárias. Segundo Magno, as bases foram avaliadas positivamente pela comunidade em pesquisas realizadas por especialistas independentes. 

"Conseguimos melhorar a sensação de segurança. Onde uma base é instalada nós conseguimos melhorar a qualidade de vida naquele local. Além disso, a base melhora os indicadores tradicionais de furto, roubo, estelionato nessas áreas", explicou.

Ao todo, Minas conta, desde 2016, com 284 unidades do serviço, em 18 regiões do Estado. Só em BH são 86 bases, o que significa, segundo a Polícia Militar, que há uma base a cada 4 quilômetros quadrados na capital. 

A base móvel é um veículo do tipo van, que fica instalada em pontos estratégicos das cidades. Cada equipe é composta por dois militares no interior do carro e outros dois agentes que fazem ronda no entorno da base em motocicletas.

"Para nós, é uma grande honra ter esse serviço. A base torna-se um centro de referência para a comunidade, em que ela passa a conhecer melhor o policial que trabalha no bairro dela e o agente pode saber quem é que mora naquela localidade", disse.

Segurança Cidadã

Ainda conforme o diretor de operações da PMMG, coronel Alexandre Magno, o termo Segurança Cidadã é um conceito técnico desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de aproximar a força policial da comunidade, de forma a permitir que os problemas locais sejam resolvidos conjuntamente.