Quarenta e seis famílias precisaram ser retiradas às pressas de suas residências após o risco de desmoronamento de um prédio, localizado na avenida Barão de Rio Branco, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, nesse domingo (30). Apesar do susto, ninguém se feriu.

De acordo com a prefeitura, moradores do residencial ouviram um barulho e constataram rachaduras em um dos pilares da construção, por volta das 18h, e decidiram acionar o Corpo de Bombeiros. 

O órgão foi ao local e, juntamente com a Defesa Civil municipal, constatou o risco iminente de queda. Ao todo, 20 famílias do edifício e 26 famílias de casas vizinhas precisaram ser retiradas. Segundo os militares, as pessoas foram encaminhadas para residências de familiares.

Como medida de precaução, 14 mil litros da caixa d'água do prédio foram esvaziados. Nesta segunda, os órgãos retornaram ao local, avaliaram a estrutura e constataram que não houve movimentação dos pilares. Por essa razão, os militares autorizaram a entrada, um a um, de moradores às suas residências para a retirada de documentos, medicamentos e objetos essenciais. 

Ainda conforme a prefeitura, a construção do prédio foi feita com regularidade. Além disso, uma investigação das causas do abalo será feita pelo engenheiro contratado pelo proprietário do edifício. O profissional ficará responsável pelas obras de correção do dano estrutural.