A guarda da menina que sobreviveu a um grave acidente na BR-262 foi repassada para a família da criança nessa segunda-feira (24). De acordo com o Hospital Arnaldo Gavazza Filho, em Ponte Nova, na Zona da Mata, local onde a menina está internada, a tia materna da vítima foi ao local e comprovou o parentesco.

A menina, de 2 anos, foi a única sobrevivente entre os quatro ocupantes de um carro que se acidentou com uma carreta e uma caminhonete, na rodovia BR-262, entre entre São Domingos do Prata, na região Central, e Rio Casca, na Zona da Mata, na noite desse domingo (23). Ao todo, 8 pessoas morreram. No veículo, estavam a mãe da menina e os avós maternos.

Desde a ocorrência, os cuidados com menina estavam sob responsabilidade do Conselho Tutelar de Rio Casca, na Zona da Mata, já que não havia informações sobre os familiares. Nessa segunda, porém, uma mulher procurou o centro médico onde a menina está internada e, segundo o hospital, apresentou documentos e fotografias para a comprovação de parentesco.

"Todo o processo de transferência de guarda foi acompanhado pelo próprio Conselho Tutelar, além dos profissionais de assistência social e de direito da unidade médica de Ponte Nova", informou o Hospital Arnaldo Gavazza Filho.

Nesta terça, a menina segue em observação médica devido à realização de uma cirurgia no fêmur, acompanhada pela avó paterna. Ela está se recuperando bem da operação e deve ter alta nos próximos dias.

A reportagem tentou contato com o Conselho Tutelar e com a Prefeitura de Rio Casca, mas os telefones oficiais não atenderam às ligações.