A velocidade de transmissão do novo coronavírus está caindo de maneira gradual em Belo Horizonte. De acordo com o Boletim de Monitoramento da Covid-19 desta sexta-fera (8), publicado semanalmente pela prefeitura, o número de transmissão por infectado (Rt) caiu para 0,87 – na semana passada, era 0,99.

Essa redução já pôde ser percebida em uma diminuição na demanda por internações, segundo a administração municipal. Entre os leitos de enfermaria Covid, a taxa de ocupação está em 52% (unindo redes pública e particular), enquanto entre as UTIs a taxa caiu para 76,6%.

O secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, apontou uma redução significativa de pacientes que aguardam um leito em Belo Horizonte durante esta semana. “Hoje (sexta-feira), às 8h da manhã, a fila para internação estava zerada, tanto para enfermaria quanto para UTI Covid”.

A decisão para avançar ou não para a próxima fase de reabertura acontecerá daqui a duas semanas – quando os impactos dessa primeira fase de retomada serão perceptíveis. Caso haja piora nos indicadores, a decisão sobre suspender as atividades pode ocorrer a qualquer momento, alerta a prefeitura.

Reabertura

Nesta quinta-feira (6), boa parte do comércio não essencial da cidade pôde reabrir as portas. Na data, foi registrado um aumento de 53 mil passageiros transportados pelo sistema de transporte coletivo da capital, o que representou elevação de 11,2% na comparação com a quinta-feira da semana anterior.

Para atender ao aumento da demanda, as viagens foram ampliadas em 11% (1.440 novas viagens), mantendo assim a média de 36 passageiros transportados registrados na quinta-feira da semana anterior, segundo a prefeitura.

A administração municipal também verificou um aumento de 6,3% nos veículos nesta quinta-feira, em comparação à semana anterior.