O primeiro dia de reabertura do comércio não essencial em Belo Horizonte foi marcado por filas e um grande número de pessoas em shoppings e galerias da capital. Apesar da recomendação de especialistas para que a pessoa só saia de casa em situações de urgência, para minimizar os riscos do contágio do novo coronavírus, muitos consumidores foram às compras, nesta quinta-feira (6).

A psicóloga e professora das Faculdades Promove Fabíola Bonni analisa o comportamento da população neste início de retomada das atividades comerciais em BH. Confira: