O governo de Minas informou, nesta quarta-feira (5), que o contágio pelo novo coronavírus não deve ser intensificado de maneira impactante pelo inverno no território mineiro. 

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, apesar de as doenças respiratórias tenderem a ter uma transmissão maior na época do frio, as medidas de prevenção deverão impedir uma grande alteração nos índices.

"É de se esperar que o coronavírus possa ter uma transmissão um pouco maior, mas, por outro lado, neste momento, que eu entendo que seja único na sociedade neste século, nós estamos passando pelo inverno com o maior cuidado possível para a transmissão de doenças respiratórias", declarou.

Segundo o gestor, a população tem, na atualidade, uma noção melhor da importância de medidas como evitar aglomeração, lugares sem circulação de ar, e do uso de máscaras e álcool em gel.

"O frio pode, sim, trazer alguma mudança, mas, no primeiro momento, não seria tão impactante dentro do que nós já estamos fazendo", disse.