O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar o nome de Renato Feder para o cargo de ministro da Educação nesta sexta-feira (3). A informação foi divulgada pelo portal G1. O nome do secretário de Educação do Paraná agradou a empresários do setor.

Desde a saída de Abraham Weintraub do Ministério da Educação (MEC), no dia 18 de junho, o nome de Feder já vinha sendo cogitado para o cargo. Mas, uma semana após o cargo ficar vago, Bolsonaro anunciou o nome de Carlos Alberto Decotelli – que nem chegou a tomar posse por causa de inconsistências no currículo.

O presidente teria ligado para Feder nesta quinta-feira (2). O anúncio não teria sido feito ainda porque Bolsonaro quer verificar se podem haver considerações em relação à nomeação, como aconteceu com Decotelli.

Na semana passada, logo após o presidente tuitar a escolha de Decotelli para o MEC, o reitor da Universidade de Rosario, na Argentina, publicou na mesma rede que o professor não havia concluído o curso de doutorado na instituição. Nos dias seguintes, o currículo do professor foi questionado por diferentes profissionais e instituições.