Oitocentos e seis mortes pelo novo coronavírus. Este o número de vidas perdidas em Minas pela doença que assusta todo o planeta. Somente nas últimas 24 horas, 35 óbitos foram confirmados no Estado.

Em apenas um dia, 1.426 novos infectados foram atestados. Com isso, são 32.769 diagnosticados positivos no território mineiro. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e foram divulgados na manhã desta quinta-feira (25).

Conforme o levantamento, há registros da enfermidade em 652 dos 853 municípios. Óbitos foram notificados em 203 cidades. A taxa de letalidade da Covid-19 é de 2,5%. Das pessoas que perderam a vida após contrair o vírus, 82% apresentavam outras doenças e 74% tinham mais de 60 anos.

Além das confirmações, 231 óbitos notificados aguardam exames para comprovar o descartar a Covid-19.

Líder de casos

Com 106 óbitos e 4.836 casos confirmados, Belo Horizonte segue sendo o epicentro do novo coronavírus no Estado. Desde que flexibilizou o isolamento social, em 25 de maio, a metrópole vê a escala das notificações da doença. 

Nesta sexta-feira, a cidade decide se mantém as medidas de segurança sanitária ou se recua, determinando o fechamento de alguns setores comerciais. Por causa da lotação dos leitos de UTI e de enfermaria, o prefeito Alexandre Kalil já descartou a reabertura de bares, restaurantes e escolas, que permanecem fechados há mais de três meses.

Leia mais:
Câmara vota hoje uso obrigatório de máscara em espaços públicos de BH
PBH prorroga distribuição de cestas básicas até agosto e divulga dados sobre entrega de julho
Greve no metrô leva passageiros aos ônibus e aumenta risco de Covid