Uma criança de sete anos teve mais da metade do corpo queimado após supostamente ter jogado álcool líquido em uma churrasqueira, na tarde desse sábado (18), na cidade de Campestre, no Sul de Minas. Ela foi internada em estado grave.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima recebeu os primeiros atendimentos em Alfenas, na mesma região, mas devido ao quadro clínico complicado precisou ser transportada pelo helicóptero Arcanjo, da corporação, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, na manhã deste domingo (19).

Segundo os médicos que tripularam a aeronave, a situação da criança é grave, embora estável. Ela foi internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Pediátrica do centro médico. 

Ainda conforme os militares, informações preliminares deram conta de que a criança havia queimado mais de 50% do corpo após lançar álcool em uma churrasqueira. A reportagem procurou o hospital, que não divulga quadros clínicos em respeito à privacidade da vítima e da família.

Leia mais:
Jovem morre e cinco pessoas ficam feridas em festa que terminou com tiroteio em Lagoa Santa
Clínicas onde dentistas com suspeita de Covid-19 atendiam clientes são interditadas no Sul de Minas