Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vai começar na noite desta quinta-feira (16) a desinfecção de ruas com maior movimento e aglomeração de pessoas para reduzir a possibilidade de contágio pelo novo coronavírus. O trabalho vai contar cerca de 35 profissionais de áreas da Segurança Pública e da Saúde da prefeitura e do Estado.

A cidade tem 31 casos confirmados de Covid-19 e quatro mortes em investigação.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Boletim Covid-19 - 16/4/2020 Acompanhe nossas redes sociais e se mantenha atualizado! 👍 #FiqueBem #FiqueEmCasa

Uma publicação compartilhada por Prefeitura de Contagem (@prefcontagem) em

Ao todo, três caminhonetes equipadas com jatos vão aplicar os produtos e em seguida, um caminhão do Corpo de Bombeiros lançará a água. Os primeiros locais que serão higienizados são a Estação Eldorado (Rua Jequitibás) e a avenida João César de Oliveira, entre a avenida José Faria da Rocha e a rua das Indústrias. São 35 pontos entre avenidas e centros comerciais e estações de transporte.

Segundo a prefeitura, o serviço terá início às 23h30, com duração de seis horas, e será feito durante a madrugada, período de menor circulação de pessoas e pelo menos oito quilômetros serão higienizados com a utilização de 20 mil litros de hipoclorito (água sanitária) diluído em 30 mil litros d`água.

Os profissionais estarão com vestimentas para a proteção individual e foram treinamentos pela Defesa Civil do Estado e o Corpo de Bombeiros. A orientação é de que mesmo com a desinfecção, a população continue mantendo os hábitos de higienização, como utilizar tapetes embebidos no hipoclorito, álcool em gel e uso de máscaras.

Decreto prevê multa

A prefeitura endureceu o combate ao novo coronavírus desde a última segunda-feira (13), com a aplicação de multa aos estabelecimentos e pessoas que desrespeitarem as regras de isolamento social. A penalidade pode chegar a R$ 30 mil.

A medida vale para todas as lojas, além de outros serviços, como bancos, lotéricas e até igrejas. De acordo com o decreto, é expressamente proibido a aglomeração de pessoas em qualquer lugar. Os estabelecimentos autorizados a funcionar terão que controlar a entrada dos clientes, organizar filas do lado de fora - mantendo distância de dois metros entre cada pessoa - e oferecer álcool em gel.