Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) deve pousar na madrugada desta terça-feira (7) em Belo Horizonte com 18 respiradores hospitalares que vão passar por manutenção e posteriormente irão auxiliar no combate ao novo coronavírus. De acordo com a FAB, os equipamentos serão entregues ao Centro de Inovação e Tecnologia da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg).

O Ministério da Defesa informou que cinco respiradores pertencem ao Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, e outros 13 foram recolhidos de hospitais da rede estadual do Amapá. Os equipamentos vão ser entregues para reparos no Centro de Inovação e Tecnologia do Senai.

Transporte respiradores Minas

A aeronave usada na transporte é um VC-99, que foi adaptada para atender as demandas da Operação Covid-19 e pode transportar até 4 mil quilos de carga. O avião foi carregado com diversos insumos e equipamentos em Brasília e a operação teve início às 16h desta segunda-feira (6), na decolagem de Brasília para Palmas. Às 18h a aeronave deixou a capital do Tocantins para pousar em Macapá e a chegada em Belo Horizonte está prevista para 0h.

tora voo

A ação faz parte da Operação Covid-19 e foi viabilizada por meio de uma parceria entre o Ministério da Defesa e a Base Industrial de Defesa (BID).

Dados do Ministério da Saúde apontam que aproximadamente 33% dos municípios brasileiros têm, no máximo, dez respiradores mecânicos nos hospitais públicos e privados. O equipamento é essencial para garantir a sobrevivência de pacientes com quadros severos da Covid-19. Ainda segundo o ministério, há 65.411 ventiladores mecânicos no país, sendo que 46.663 estão no Sistema Único de Saúde (SUS). Do total, 3.639 encontram-se em manutenção ou ainda não foram instalados. 

Conforme boletim divulgado nesta segunda-feira (6) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), o estado tem 47.715 casos suspeitos para Covid-19 e 525 casos confirmados. Há nove óbitos e outras 119 mortes sendo investigadas. Em entrevista coletiva, o secretário da pasta, Carlos Eduardo Amaral, disse que o pico da pandemia em Minas Gerais é esperado para ocorrer entre os os dias 25 e 27 de abril.