No mês decisivo de combate à pandemia do novo coronavírus, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da capital receberam tendas para agilizar a triagem e o atendimento dos pacientes. 

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), o objetivo é evitar a aglomeração de pessoas e ampliar a recepção nas UPAs Oeste, Barreiro, Norte e Nordeste, onde foram instaladas as estruturas. 

Nesses locais, os usuários recebem o primeiro acolhimento, fazem a ficha e aguardam a consulta. As cadeiras foram posicionadas mantendo uma distância de segurança entre cada paciente, seguindo a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

As UPAs Centro-Sul e Venda Nova não receberam as tendas. Conforme a PBH, as unidades de saúde possuem centros de atendimentos às doenças respiratórias relacionadas ao Covid-19. 

Ainda segundo o Executivo Municipal, com relação ao combate ao coronavírus, há previsão de criação de novos aparatos para atendimentos nas UPAs Pampulha e HOB. 

Até o momento, a expansão da UPA Leste ainda está em estudo.

Leia também:
Número de mortes por coronavírus em investigação em Minas dobra em dois dias; veja os números
Edital prevê contratação temporária de 6 mil profissionais para atuar em hospitais durante pandemia
Estudantes da área de saúde poderão ajudar no combate ao coronavírus
Covid-19: BC anuncia que pode liberar até R$ 650 bilhões na economia