R$ 59. Essa é a ajuda financeira que a Prefeitura de Betim, na Grande BH, vai repassar para as famílias de alguns estudantes matriculados na rede pública municipal e estadual. A verba, conforme o executivo, será para ajudar na alimentação dos alunos durante o período em que as escolas tiverem fechadas por causa da pandemia de coronavírus.

No total, 44.172  estudantes serão beneficiados. Terão direito a receber a quantia aqueles que estão inscritos no CadÚnico e que estão na linha da pobreza ou de extrema pobreza. O anúncio foi feito pelo prefeito Vittorio Medioli, por meio das redes sociais. Em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre Kalil começou a distribuir nesta terça-feira (31) mais de 142 mil cestas básicas também em substituição à merenda escolar.

Secretário municipal de Educação de Betim, Pedro Pinto reconhece que muitos alunos têm a merenda escolar como principal refeição. "O auxílio é uma maneira estratégica do governo municipal de continuar contribuindo para a alimentação desses alunos, durante o isolamento social", afirmou.

A medida vai injetar R$ 2,6 milhões na economia local.

Saiba como pegar o valor

Para receber o benefício, basta que as famílias dos alunos que se enquadram no perfil de beneficiados se dirijam aos supermercados credenciados pela CDL-Betim e forneçam os dados pessoais solicitados no ato da compra, para que o valor seja liberado.

"Todas essas famílias estão cadastradas no CadÚnico do município, um cadastro feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Betim, que levanta a situação das famílias em vulnerabilidade socioeconômica no município", informou o secretário municipal de Governo, Léo Contador. 

Segundo ele, desses 44.172 estudantes, 36.047 já recebem o Bolsa Família e outros 8.125 estão na fila aguardando o benefício. Mais informações poderão ser obtidas pelos telefones 3532-1699, 3593-9626, 3594-5195 ou nos Centros de Referências em Assistência Social (Cras).

vitório medioli
Informação do pagamento de R$ 59 a estudantes da rede pública de ensino em Betim foi confirmada pelo prefeito Vittorio Medioli