Subiu para 38 o número de casos confirmados para coronavírus em Minas. Ao todo, o Estado tem 4.122 pessoas em investigação para a Covid-19. Em Belo Horizonte, mais duas pessoas tiveram seus quadros clínicos positivados para a doença, chegando a 20. Outros 1968 pacientes estão em quarentena e à espera do resultado do exame na capital mineira.

Os dados são do mais recente boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado no fim da tarde desta sexta-feira (20). Conforme a Secretaria, cresce o contágio comunitário - ou seja, quando não se sabe de quem se pegou a doença.

Além de BH, completam a lista de pessoas com a Covid-19 no Estado as cidades de Juiz de Fora, na Zona da Mata (cinco casos); Nova Lima, na Região Metropolitana de BH (quatro casos); e os seguintes municípios, cada um com um caso: Coronel Fabriciano, no Vale do Rio Doce; Divinópolis, no Centro-Oeste; Ipatinga, no Vale do Aço; Mariana e Sete Lagoas, na região Central; Patrocínio, no Alto Paranaíba; Poços de Caldas, no Sul de Minas; Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Notificações em Minas

O número de cidades com casos notificados para coronavírus chegou a 298 nesta sexta-feira (20) em Minas. Até essa quinta, eram 202 municípios. Ao todo, em todo o Estado, são 4215 casos notificados. Desses, 4084 estão em investigação e 38 estão confirmados. Nesta sexta, a SES parou de informar o número de casos descartados.

Entre as cidades com o maior número de casos suspeitos, estão: Belo Horizonte, com 1968 pessoas sob investigação; Contagem, na Grande BH (227 casos); Ipatinga, no Vale do Aço (223); Betim, na mesmo região (115); Divinópolis, no Centro-Oeste (94); e Nova Lima, na Grande BH, com 61 casos.

A lista completa de municípios com casos suspeitos pode ser vista aqui.

Perfil dos pacientes em Minas

De acordo com a SES, 63,2% dos casos confirmados para a Covid-19 são de pacientes homens (24 pessoas). As mulheres são 14 - o que representa 36,8% dos quadros positivos para o coronavírus. Veja outros dados, divulgados nesta sexta-feira (20), sobre o perfil dos pacientes com a doença, no Estado:

Menores de 1 ano: 0
1 a 9 anos de idade: 0
10 a 20 anos de idade: 1 caso | 2,6% do total
21 a 30 anos de idade: 6 casos | 15,8%
31 a 40 anos de idade: 16 casos | 42,1%
41 a 50 anos de idade: 6 casos | 15,8%
51 a 60 anos de idade: 3 casos | 7,9%
61 a 70 anos de idade: 2 casos | 5,3%
71 a 80 anos de idade: 2 casos | 5,3%
Acima de 81 anos de idade: 0
Idade ignorada: 2 casos | 5,3%

Veja os dados do boletim dessa quinta-feira (19).

Leia mais:
Quarentenou! Amigas de BH e do exterior fazem festa virtual via aplicativo, cada uma em sua casa
UFMG cria aplicativo que reúne vários estabelecimentos e facilita compras em casa
Ações europeias sobem pelo segundo dia, mas acumulam perdas na semana