Nem Salvador, Olinda, São Paulo e muito menos Rio de Janeiro. BH é o novo point do Carnaval e onde todo mundo se encontra e se diverte. Basta circular pelos bloquinhos espalhados pela cidade para ouvir sotaques de todas as regiões do Brasil.

fernando lobão baianeiros
Empolgado em cima do trio elétrico, Fernando Lobão afirma que a folia de BH não perde em nada para a da Bahia

Teve quem saiu do interior do Estado para aproveitar a famosa festa de Momo na capital. Outros viajaram até dois mil quilômetros para chegar a BH. Que o diga a bancária Caroline Fontelles, de 31 anos, que deixou as praias do Ceará para festejar por aqui.

O caso de amor com a folia da metrópole mineira é tanta que ela já deslumbra voltar no ano que vem. “O Carnaval daqui é perfeito. Vim em 2019, curti muito. Já estou me programando para retornar outras vezes. É um dos melhores do país”, disse. 

A farmacêutica Tatiane Stival, de 42 anos, endossa. Moradora de Salvador – por muitos anos considerada a cidade do Carnaval –, agora ela se divide entre a terra natal e BH. “Comecei a folia por lá, mas desde sábado estou aqui e vou em bloquinhos e shows até a Quarta-Feira de Cinzas. A festa cresceu e está cada vez melhor”.

Durante o Carnaval, a população de Belo Horizonte dobra e chega a 5 milhões, conforme estimativa da Belotur

Feliz escolha

Recife, Olinda e São Paulo eram os destinos da paulista Luciana Alves, de 35. Neste ano, pela primeira vez, a consultora de gestão decidiu aterrissar na capital dos mineiros. “Melhor escolha. Além de animado, não vi assédio”. 

Também acostumado com festas ao redor de todo o país, o aposentado Fernando Lobão, de 75, de Salvador, está encantado com os rumos da folia de BH. “Aqui não está perdendo em nada para a Bahia”, disse o pai do vocalista Lelo Lobão, ex-integrante do Chiclete com Banana e atual cantor do Baianeiros.

Interior, que nada

Os amigos Hugo Carneiro, de 34, e Omair Júnior, de 26, moram em Montes Claros, no Norte de Minas, e durante muitos anos iam para Diamantina e Ouro Preto. Mas o “jogo” virou, e a capital agora é a queridinha. “Não tem como largar o Carnaval daqui. Melhor não há”, afirmam. 

Leia Mais:
Bloco Baianeiros traz o melhor do Carnaval de Salvador para 300 mil foliões no Castelo
Bloco dos Valetes faz homenagem a Noel Rosa em cortejo na Savassi; confira o vídeo
Com apelo às queimadas na Amazônia, Pena de Pavão de Krishna leva mensagens de paz ao Cidade Nova