O Alcova Libertina anunciou neste domingo (23) que o horário do cortejo foi alterado. O trajeto foi mantido, mas a concentração passou das 15h para 19h, entre as avenida Silviano Brandão e Andradas. O bloco conseguiu, na última hora, alugar um carro de som para realizar o desfile. O desfile que estava marcado para 20h, no entanto, não havia saído até 21h30, porque o carro de som alugado na última hora vinha de outro desfile e atrasou. Também houve dificuldade de manobrar o veículo no meio da multidão que se concentrou desde o início da noite.

Vários blocos recorreram à Justiça, sem sucesso, depois que trios adaptados foram vetados pela Polícia Militar por falta de documentação. 

Segundo a produtora Gigi Favacho, há cinco dias eles passam por uma verdadeira saga. A organização conseguiu contratar um trio de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, mas os trâmites com licenças, documentação e contratos e pagamentos de fornecedores atrasaram o processo. Quando estava tuda acertado, o carro não conseguiria mais chegar a tempo para o desfile. "Vale dizer que estes carros têm horário de circulação em estrada limitado e velocidade controlada. Demoram bem mais tempo se deslocando e bem mais combustível, ou seja os custos altos", explicou.

Alcova Libertina

O bloco chegou a suspender o cortejo e uma nota de cancelamento foi enviada para a imprensa. Mas os organizadores tentaram uma última cartada e a Belotur aprovou a extensão do horário do cortejo. Um carro foi alugado de um bloco que desfilaria mais cedo na rua Sapucaí.