Leptospirose, botulismo, envenenamento e intoxicação alimentar. Essas são apenas algumas das doenças que foram cravadas, nas redes sociais, como causas da doença misteriosa que atacou moradores e frequentadores do bairro Buritis, na região Oeste Belo Horizonte. Na mesma medida que os casos avançam - agora são oito pacientes com a síndrome desconhecida, sendo que um morreu -, as fakes news também estão sendo disseminadas na web. 

Porém, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) garante que ainda não há um diagnóstico sobre a enfermidade que provoca quadros graves de insuficiência renal e alterações neurológicas. Ex-presidente da Sociedade Mineira de Infectologia (SMI), Carlos Starling alerta sobre o perigo de se espalhar boatos na internet.

boato buritis

"Desinformação gera pânico", afirma o infectologista. O médico admite que há uma insegurança por não haver a causa definida da doença, mas pondera que notícias falsas podem agravar a situação. "Há um certo temor, mas as autoridades estão agindo e não adianta ficar apavorado. Espalhar fake news não ajuda", declarou.

Boatos

 

"É um surto de leptospirose por conta de produtos contaminados com urina de rato em alguns supermercados lá no Buritis", diz áudio que está sendo compartilhando em grupos de WhatsApp. Outras mensagens, na mesma rede social, garantem que houve uma dedetização em um centro comercial da região e, por isso, as vítimas foram envenenadas. Há, ainda, quem afirme que um lote de cerveja estaria envenenado. 

 

Outra especulação ligou os casos do Buritis com botulismo, doença que surge após a ingestão de alimentos em conserva contaminados. "A associação de bairro do Estoril/Buritis recebeu na tarde de terça feira o relatório da vigilância sanitária e secretaria de saúde informando que os casos do Buritis e Juiz de fora teve o diagnóstico fechado de BOTULISMO! Muito triste!!!", informa o texto.

Porém, o próprio presidente do grupo desmentiu. "Essa mensagem não partiu da gente", garantiu Bráulio Lara, da Associação de Moradores do Bairro Buritis (ABB). A SES informou que uma série de exames foram realizados nos pacientes internados, mas, até o momento, nenhum foi conclusivo.

boato buritis

Pente-fino

Uma força-tarefa, com autoridade de saúde de BH, de Minas Gerais e do Ministério da Saúde, foi montada para tentar desvendar a doença. O que se sabe, até o momento, é que todas as vítimas são homens, moradores do bairro Buritis ou estiveram na área na segunda quinzena de dezembro, época em que ficaram doentes. Apesar do surto, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) afirma que não há motivos para pânico.

ARTE - DOENÇA MISTERIOSA

Leia mais:
Corpo de vítima de doença misteriosa é liberado pelo IML; laudo fica pronto em 30 dias
Surto tem novos casos e medo no bairro Buritis aumenta
Sobe para oito o número de homens supostamente infectados com 'doença misteriosa'