Uma semana após um jovem atirar contra dois alunos da Escola Estadual Orlando Tavares, em Caraí, no Vale do Jequitinhonha, as aulas foram retomadas. Na manhã desta quarta-feira (13), cerca de 150 dos 300 estudantes do turno da manhã estiveram na escola, segundo o diretor Márcio Anselmo. Eles foram recebidos em uma quadra, com orações e músicas.

"Para nossa alegria, os alunos chegaram com astral elevado e vontade de recomeçar. E sentir neles esse apoio foi muito bom. Estávamos pensando até em uma semana com planejamento diferenciado, mas, diante da vontade de recomeçar deles, vamos retonar às salas de aula amanhã (quinta) mesmo", afirmou o diretor.

Márcio ainda disse que, antes do encontro com os alunos, se reuniu com os funcionários da escola e, nessa terça (12), com os pais para avaliar como estava o lado psicológico da comunidade escolar. De acordo com ele, os pais se mostraram confiantes e apoiaram a escola. 

Relembre

O atentado foi na manhã da última quinta-feira (7), quando um adolescente de 17 anos entrou armado na escola e atirou contra dois colegas. O jovem teria pulado o muro da escola, por volta das 8h, e se dirigiu até uma sala de aula. No momento em que a professora e um estudante tentavam fechar a porta, o adolescente disparou. A bala atravessou a madeira da porta e atingiu o pescoço de um colega de 17 anos e o braço direito de um aluno de 16. Os dois feridos foram encaminhados ao hospital da cidade vizinha de Padre Paraíso, um em estado grave. 

O suspeito foi apreendido pela Polícia Militar e afirmou ter decidido fazer o ataque para amedrontar duas meninas que não aceitaram ter um relacionamento com ele. A direção da escola contou aos policiais que o rapaz tinha um temperamento calmo e era um bom aluno.

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) informou que a Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Teófilo Otoni se dirigiu até a escola para acompanhar o caso e dar todo o apoio e auxílio à direção da unidade escolar, à comunidade escolar e às famílias dos dois alunos feridos na ocorrência. 

Veja a nota, na íntegra, da secretaria, publicada na ocasião:

  • "A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) informa que a equipe da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Teófilo Otoni está na Escola Estadual Orlando Tavares, localizada no distrito de Ponto do Marambaia, em Caraí, para apurar a situação ocorrida na escola na manhã desta quinta-feira (07/11) e dar todo o apoio e auxílio à direção da unidade escolar, à comunidade escolar e às famílias dos dois alunos feridos na ocorrência.
  • De acordo com a direção da unidade, os dois tiros foram disparados por um aluno da instituição que não estava presente hoje às aulas, pulou o muro da escola armado e efetuou os disparos. A direção da escola acionou a Polícia Militar imediatamente e os dois alunos feridos foram levados para o hospital. Representantes da SRE acompanham a situação dos alunos no hospital. A direção esclarece, ainda, que todas as informações necessárias estão sendo passadas para os órgãos competentes que farão a investigação e apuração do caso". 

* Com Cinthya Oliveira