São apenas cinco perguntas, consideradas “tranquilas”. Mesmo assim, o candidato que fará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não deve menosprezar as questões de língua estrangeira, que correspondem a 11% do total de pontos da prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias, a ser aplicada no próximo domingo. Gabaritar essa parte pode fazer toda a diferença na briga por uma vaga no ensino superior. 

 

 

 

A opção pelo inglês ou espanhol foi feita pelo próprio estudante durante a inscrição, em maio, e não pode ser alterada. Nesta reta final de preparação para as avaliações, especialistas recomendam refazer questões das edições anteriores e lançar mão de filmes em outros idiomas e músicas internacionais.

Enem preparação personagem

Vitória vai fazer a prova de inglês; ter a disciplina na escola ajudou estudante na escolha

O essencial é que o aluno tenha capacidade de interpretação, mais do que aprimorar o vocabulário e decorar a gramática. “É cobrado o conhecimento básico e vai somar pontos quem se atentar à leitura. É uma prova tranquila”, frisa o professor de Linguagens Paulo Rabindranath, do Pré-Enem Chromos.

Respostas

Conforme o docente, muitas das respostas estão no próprio texto – inclusive no título. “Destacar palavras-chave presentes no contexto da questão e os verbos de comando no enunciado é primordial para não cair em erro”, observa. 

Essa também foi a orientação que Vitória Ribeiro, de 17 anos, recebeu no Pré-Enem das Faculdades Promove, de Belo Horizonte. “Vou grifar o que a questão pede para não confundir a alternativa correta”, conta.

A estudante, que busca uma vaga no curso de Arquitetura e Urbanismo, escolheu o inglês por ter a disciplina na grade curricular da escola onde estuda. “Traduzir textos ajudou a melhorar o vocabulário e a treinar minha interpretação”.

No próximo domingo serão aplicadas as provas de redação, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias 

Equilíbrio

Mas faltando pouco para o exame, a adolescente não esconde a ansiedade. Para tentar equilibrar o ritmo de estudo, recorre a pequenas distrações no período da noite. 

Professora de Língua Inglesa no Pré-Enem Promove, Sofia Mariana Neves destaca que, na véspera das provas, desacelerar é fundamental. 
“O emocional pode comprometer o rendimento. Manter a concentração e confiar na preparação durante o ano garante um bom resultado”, afirma a docente.

língua estrangeira enem

Leia Mais:

Entenda como são elaboradas as questões do Enem

Reler redações e atentar-se a erros são dicas na reta final para o Enem