Um dia depois de ser atingida por um forte vendaval, com ventos que chegaram a atingir velocidade de 131 km/h, Belo Horizonte tem previsão de pancadas de chuva e trovoadas isoladas neste domingo (27). De acordo com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, a precipitação deve acontecer no período da tarde. Por enquanto, não há alertas para tempestade semelhante a que aconteceu no sábado (26), que assustou os moradores da capital.

Para este domingo, a máxima na cidade deve chegar aos 32ºC. E a mínima, durante a madrugada, foi de 17ºC. De acordo com a Defesa Civil, a umidade relativa do ar ficará em torno dos 40%, índice abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 60%.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que, no decorrer da semana, o tempo permanecerá nublado com possibilidade de pancadas de chuvas e trovoadas isoladas, pelo menos, até a próxima quarta-feira (30).

Apesar da possibilidade de chuva, os termômetros vão continuar elevados na capital mineira. Na segunda (28), a máxima prevista é de 33ºC. Na terça (29) haverá um ligeiro declínio, com temperatura estimada em 32ºC. Já para quarta, o termômetro retorna ao patamar de 33ºC. No período, a mínima deve ser de 18ºC.

Ventania

O Corpo de Bombeiros ainda não contabilizou os estragos provocados pela tempestade com vento ocorrida no sábado em BH. A Defesa Civil informou que atendeu 17 ocorrências, sendo cinco por quedas de árvores, além de outras relacionadas a destelhamento, desabamento parcial de muro, trincas e infiltrações.

Também por causa do vendaval, milhares de moradores da cidade ficaram por mais de sete horas sem energia elétrica. Apesar de todos os transtornos, o volume de chuva não foi significativo. As regionais Centro-Sul e Barreiro foram as que mais registraram precipitações, com 16,8 e 16,4 milímetros, respectivamente.

Leia mais:
Ventos em BH chegam a 131 km/h durante tempestade e causam estragos
Tempestade em BH assusta moradores e deixa pontos sem energia elétrica na cidade
Após temporal, Universidade de Viçosa vai receber R$ 5 milhões do MEC