A região central de Belo Horizonte e as áreas que concentram um fluxo maior de pessoas diariamente vêm recebendo, desde o último dia 23, policiamento reforçado. O aumento do efetivo das polícias Militar e Civil nas ruas da capital faz parte da Operação Natalina 2012, lançada nesta terça-feira (4). O objetivo é coibir a ação dos bandidos no período que antecede as festas de fim de ano.

A redução da criminalidade, em dez dias de operação, foi de 27% no número de furtos a estabelecimentos comerciais e de 14% em relação aos roubos praticados contra transeuntes, na comparação com o mesmo período do ano passado.
 
“Tivemos uma contenção significativa, mas entendemos que as polícias, integradas, precisam direcionar suas ações para que possamos reduzir esses números e garantir às pessoas que façam suas compras mais tranquilas”, afirmou o coronel Rogério Andrade, chefe do Comando de Policiamento da Capital (CPC).
 
Como parte da estratégia de prevenção e combate ao crime, pelo menos 900 militares também serão agregados à tropa da PM em Belo Horizonte. O aumento do efetivo e o policiamento ostensivo, no entanto, não garantem um trabalho 100% eficaz, segundo o delegado Anderson Alcântara, da Polícia Civil.
 
“O trabalho de investigação é bastante complexo, por isso é fundamental que, além de atenta às condições da rua por onde passa, a pessoa registre a ocorrência. O cruzamento das informações repassadas é que nos permitirá um trabalho realmente efetivo”, explicou.