Um vídeo que tem circulado nas redes sociais e grupos de WhatsApp em Belo Horizonte mostra um suposto motorista de aplicativo exibindo uma arma para se defender de outros condutores que, segundo ele, ameaçaram quebrar carros de motoristas que estivessem trabalhando durante a paralisação dos profissionais na última quarta-feira (8) no país.

O homem afirma ter saído armado para evitar possíveis confusões com os manifestantes. Ele também manda um recado para um amigo, avisando que a arma não é uma réplica, e ainda esnoba os colegas em greve, afirmando que enquanto o grupo está parado, ele lucra com as tarifas dinâmicas.

Assista ao vídeo:

A 99 afirmou que está apurando o caso e que repudia veementemente quaisquer manifestações de violência por motoristas que atuam na plataforma.

Ainda de acordo com o comunicado, pelos termos de uso da empresa, condutores e passageiros que ameacem a segurança ou cometam atos ilícitos durante a corrida poderão ser banidos do aplicativo.

A empresa disse ainda que tem um canal de atendimento exclusivo para denúncias de incidentes como esse. O telefone é o 0800-888-8999.

Já em relação às manifestações, a 99 informou que é a favor da liberdade de expressão dentro dos limites legais.

A Polícia Civil informou que analisando apenas o vídeo não é possível determinar a jurisprudência do crime. E que a corporação não consegue localizar, com base apenas nas imagens, se há um registro de ocorrência.