Familiares de desaparecidas após rompimento da barragem da Vale em Brumadinho que ainda não realizaram coleta do material genético para identificação dos mortos na tragédia podem procurar o serviço nesta quinta-feira (7). A Polícia Civil está na Estação do Conhecimento de Brumadinho, entre 9h e 17h. 

Até esta quarta-feira (6) foram realizadas 522 coletas de DNA, além de outras 176 entrevistas para recolhimento de material radiográfico.

Conforme o delegado de polícia civil Arlen Bahia, dos 150 mortos encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), 134 foram identificados. Destes, 128 foram por impressões digitais e seis pela arcada dentária. Entre eles, 124 já foram liberados e entregues, enquanto outros 10 aguardam familiares. 

Atendimento

A delegacia de Brumadinho permanece com horário de atendimento ampliado para registrar ocorrências e atender aos moradores do município. A unidade da cidade ficará aberta de 8h às 0h em dias úteis, e de 8h30 às 18h, aos sábados e domingos. A central fica localizada à rua Eurico de Oliveira Porto, 60, no Centro de Brumadinho. O telefone de contato é (31) 3571-3065.

Leia mais:

Lama que contaminou o rio Paraopeba tira o sustento dos índios e impede rituais