Visando uma fonte de renda futura, pelo menos 20 jovens da Casa de Semiliberdade Planalto, no bairro Santa Mônica, na região da Pampulha, passam por um projeto de profissionalização com ensinamentos sobre planejamento, compra de material, vendas e conquista de clientela. Todas as quinta-feiras, eles aprendem a fazer esculturas de biscuit e já estão modelando e pintando bonecos de personagens históricos ou dos quadrinhos, como a Mulher Maravilha, Batman e Frida Kahlo.

A atividade ajuda a aumentar a autoestima dos jovens e alguns produtos já têm chamado a atenção da clientela em feiras onde são expostos. Em oito semanas em atividade, os pedidos dos bonecos, vendidos a R$ 10, têm crescido. “Eles despertaram para a possibilidade de gerar renda, sem ter que cometer um ato infracional”, conta a diretora da Casa de Semiliberdade Planalto, Izabela Erichsen.

E o curso, que foi planejado inicialmente para ser uma atividade de cinco encontros, já virou atividade permanente na Casa de Semiliberdade Planalto. Além da parte prática, são trabalhadas, com os jovens, noções de processos de produção, cálculos do custo e métodos de divulgação. Além disso, todos os recursos arrecadados são destinados para investimentos em atividades realizadas pelos jovens.

Jonathan* é um dos participantes da oficina e conta que viu sua família se desestruturar com a morte da mãe há um ano – tempo que também se aproximou da criminalidade. “Quero consertar os meus erros. Para o crime eu não volto. Pretendo continuar com o biscut, que é um meio de trabalho honesto. Se eu ganhar R$10 de uma coisa que fiz, para mim já é lucro, não estou roubando, não estou tirando de ninguém”, compartilha.

O pedagogo da unidade e professor de biscuit, Alexander Teixeira, está orgulhoso do resultado e vislumbra outros benefícios da atividade. “Durante os encontros também temos a oportunidade de conversar e trabalhar outras questões, mantendo um diálogo mais próximo em um momento de descontração, o que inclusive ajuda o atendimento técnico, desenvolvido na unidade, a descobrir o melhor caminho para auxiliar estes jovens”.

O curso de modelagem de biscuit da Casa de Semiliberdade Planalto também contou com o apoio da Junior Achievement (JA) - uma organização social que incentiva o desenvolvimento de jovens para os desafios e carreiras da nova economia através da prática.

* Nome fictício.

Leia mais:

Arena Independência sedia a ação 'Uma Partida pela Vida'
Final do Miss Prisional elege detenta do Complexo Penitenciário Feminino
Peças produzidas em penitenciária feminina são expostas na 29° Feira Nacional de Artesanato