Três homens acusados de roubo à mão armada foram condenados nesta quarta-feira (3), na 11ª Vara Criminal de Belo Horizonte. O crime foi em agosto do ano passado, numa quadra de futebol do bairro Castelo, na Região da Pampulha. Os criminosos levaram joias, relógios, carteiras e celulares dos jogadores e do público que estavam no local.

Os criminosos vão cumprir pena de 11 a 15 anos de prisão, em regime fechado.

Segundos as investigações, os homens surpreenderam as vítimas na quadra que fica na rua Castelo de Lisboa, por volta das 22 horas. Armados, eles obrigaram todos a ficarem deitados no chão, enquanto recolhiam os pertences de valor. Em seguida fugiram a pé pelas ruas do bairro. 

Mas eles foram seguidos por algumas das vítimas e a Polícia Militar foi acionada. Durante a perseguição, os assaltantes atiraram contra as pessoas, mas ninguém se feriu. Os militares conseguiram prender os assaltantes em flagrante.

Na Justiça, o trio confessou o crime e contou que estava indo para uma casa de shows na região quando decidiram parar para acender um cigarro. Eles então resolveram praticar o assalto. 

O juiz José Xavier Magalhães Brandão levou em consideração o crime ter sido praticado mediante violência e grave ameaça, ao condenar um dos assaltantes, que não possui antecedente criminal, a 11 anos e dois meses de prisão, em regime fechado. Os outros dois são reincidentes e vão cumprir pena de prisão de 15 anos e um mês.

Leia mais:

Trio é preso depois de fazer arrastão em quadra de futebol do bairro Castelo