A BHIP, empresa responsável pela manutenção do poste de iluminação pública que caiu do Viaduto Santa Tereza sob a avenida Andradas, no Centro de Belo Horizonte, deixando um adolescente ferido, na última terça-feira (18), vistoriou o local nesta quarta-feira (19). 

No local do acidente, uma equipe de técnicos da empresa realizou estudos preliminares nos postes republicanos do viaduto. Segundo a BHIP, o resultado da avaliação traçará "um plano de ação condizente com a necessidade, seja ela preventiva ou corretiva". A concessionária não tem previsão para a conclusão da análise. 

Especialistas do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) acompanharam a vistoria, dada a situação do viaduto, que é tombado pelo Patrimônio Histórico. Os técnicos deram orientações sobre os procedimentos a serem adotados em relação à situação dos demais postes de iluminação, também localizados na parte superior do Viaduto Santa Tereza.

Parceria público-privada

A BHIP é a concessionária de iluminação pública da capital. Ela atua por meio de parceria público-privada com a Prefeitura de Belo Horizonte na entrega de luz na cidade em casos específicos, como o do Viaduto - em que os postes emitem luz, mas não têm fiação para transmissão elétrica. 

A empresa também trabalha na revitalização da iluminação da Praça da Liberdade. 

Leia mais:
Poste do Viaduto Santa Tereza cai na avenida dos Andradas e fere adolescente
Obra deixa Praça da Liberdade 'pelada', mas Iepha garante aumento no número de árvores