A Polícia Civil em Montes Claros, no Norte de Minas, tenta identificar os suspeitos de promoverem uma tarde de terror na cidade. Nessa quinta-feira (17), dois assaltos em um intervalo de um hora mobilizaram as forças de segurança. Ao todo, os criminosos levaram R$ 16 mil em dinheiro.

O primeiro foi no bairro Jaraguá II, quando dois homens armados renderam funcionários de uma empresa de autopeças e anunciaram o assalto. Segundo a Polícia Militar, as vítimas relataram que os criminosos chegaram ao local exigindo a entrega do dinheiro. Agressivos, os suspeitos ameaçavam os funcionários e chegaram a agredir uma das vítimas. Além do dinheiro, que estava em uma gaveta no escritório, a dupla levou um pingente de ouro de uma funcionária. Antes de irem embora em uma motocicleta, os suspeitos dispararam contra as vítimas. Por sorte, ninguém ficou ferido.

O mesmo ocorreu no bairro Edgar Pereira durante um ataque a uma casa lotérica. Três homens armados anunciaram o assalto e renderam clientes e funcionários. As vítimas, que ficaram presas no estabelecimento, foram espancadas pelos suspeitos. De acordo com a polícia, dois funcionários chegaram a apanhar durante a ação criminosa.

Para não levantar suspeitas, um dos criminosos chegou a ficar do lado de fora do estabelecimento monitorando a movimentação da rua e impedindo clientes de saírem do local. Os suspeitos fugiram em um carro levando R$ 10 mil em dinheiro. Ao deixarem a casa lotérica, os criminosos ainda efetuaram vários disparos.

A Polícia Civil não quis dar entrevista, mas informou que câmeras de segurança dos dois locais registraram as ações criminosas e que os suspeitos foram identificados. A corporação disse ainda que está fazendo levantamento e rastreamento na região na tentativa de localizar e prender os criminosos. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.