O dia de eleições na capital e em Minas registrou um alto número de pessoas detidas por boca de urna entre outras irregularidades. Segundo balanço da Polícia Militar, ao todo, 231 pessoas foram conduzidas pela PM, sendo 72 com ligação direta com candidatos.

Em BH, t
rês pessoas foram conduzidas por oficiais da Rotam, por volta das 16h20, por suspeita de boca de urna. A ocorrência aconteceu na Vila Senhor dos Passos, mais conhecido como "Buraco Quente", na região Nordeste de Belo Horizonte. Também foram apreendidos vasto material de campanha eleitoral, uma pistola, com cinco cartuchos, uma réplica de arma e grande quantidade de dinheiro. Eles serão encaminhados para a Polícia Federal, para investigações.

Segundo informações da Polícia Militar, os indivíduos estavam em um carro com placa clonada e R$ 11 mil em dinheiro, que seria utilizado para pagamento de pessoas que estariam fazendo boca de urna. A PM não soube informar qual era o candidato para o qual os indivíduos estariam trabalhando.