A polícia procura na manhã desta sexta-feira (15) por uma quadrilha que tocou o terror no município de Caraí, na região do Vale do Jequitinhonha. O grupo, formado por aproximadamente 15 homens, explodiraram duas agências bancárias da cidade.

Os suspeitos ainda tentaram detonar explosivos e roubar caixas eletrônicos de uma terceira agência, mas o sistema de segurança impediu a ação criminosa.

Durante a confusão, houve troca de tiros e explosões, mas ninguém se feriu na ocorrência. A cidade foi cercada e rastreamento é realizado, mas nenhum suspeito foi preso.

Crime

De acordo com as informações iniciais da Polícia Militar, os homens estavam divididos em seis motos e dois carros. Todos estariam fortemente armados.

Eles explodiram caixas eletrônicos das agências do Bradesco e Banco do Brasil. No primeiro, apesar da destruição, os bandidos não conseguiram levar dinheiro.

Já no Banco do Brasil uma quantia ainda não revelada foi roubada pela quadrilha. Depois das duas ações, os suspeitos seguiram para uma agência do Sicoob. Contudo, lá o sistema de segurança impediu a ação criminosa ao expelir uma névoa.

Ainda segundo a PM, ainda há explosivos na agência do Banco do Brasil. Por isso, uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) se desloca de Belo Horizonte para Caraí para desarmar o explosivo.