Manifestantes pró e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff foram às ruas de Belo Horizonte nesta sexta (18) para protestar. Ao contrário das expectativas, até o momento não houve registro de confronto, apesar de os dois grupos terem ocupado a mesma região da capital.

Em menor número, os manifestantes anti-petistas se concentraram em frente a antiga sede do governo de Minas, na Praça da Liberdade, a partir das 18h. Formado por um grupo de jovens, os manifestantes estenderam uma longa bandeira verde e amarela fechando duas faixas da avenida Brasil.
 
Devido ao horário, o trânsito foi bastante afetado, principalmente na esquina com a avenida Getúlio Vargas. Aos gritos de fora Dilma e fora PT, o grupo convidava os motoristas a participarem do ato. "Vem para praça", convocavam.

Cerca de 80 pessoas estenderam faixas e realizaram um apitaço no local. Um boneco do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela condução da "Lava Jato", era uma das atrações. Do carro de som, o locutor pedia a prisão do ex-presidente Lula.

Até às 19h, nenhuma ocorrência foi registrada na Praça da Liberdade. Policiais acompanharam de perto a movimentação.