A Secretaria Municipal de Segurança Urbana assinou na quarta-feira (25) os contratos para prestação de serviço de avaliação psicológica de guardas municipais com o objetivo de conceder o registro e/ou posse de arma de fogo e para a capacitação e avaliação, abrangendo conteúdos teóricos e práticos de manuseio de arma de fogo (revólver calibre 38 e pistola calibre 380).

O uso do armamento será em locais previamente apontados pela administração com base em estudos e estatísticas. A previsão é a que as primeiras turmas iniciem a avaliação no próximo dia 14 de dezembro.

A previsão é que todo o efetivo esteja treinado e capacitado até novembro de 2017. Durante o treinamento, cada agente de segurança vai realizar cerca de 600 disparos.

Instituição

Criada em 2003, a Guarda Municipal de Belo Horizonte já se consolidou como uma instituição de segurança com vocação comunitária, que atua próximo aos cidadãos e usuários dos serviços públicos municipais.

Subordinada à Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Patrimonial, a Guarda Municipal tem atualmente 2.117 agentes, que trabalham para garantir a segurança dos órgãos públicos, além de orientar e proteger os agentes e os usuários dos serviços públicos. A instituição está presente nas escolas, unidades de saúde, praças, jardins e parques municipais e em vários outros equipamentos.