Com a forte chuva que caiu na madrugada e manhã desta quarta-feira (18), o córrego Leitão, localizado na região Centro-Sul da capital mineira, atingiu o nível máximo de sua capacidade e corre o risco de transbordar. De acordo com a Defesa Civil de Belo Horizonte, por esse motivo,  motoristas devem evitar a avenida Prudente de Morais e a região.

As proximidades do Aeroporto da Pampulha também devem ser evitadas, pois o Córrego Ribeirão Pampulha atingiu 60% do seu nível máximo. O Córrego da Onça e Vilarinho também subiram, atingindo respectivamente 45% e 40% da capacidade de cada um. Portanto, a Defesa Civil alerta também para as avenidas Risoleta Neves, no Ribeiro de Abreu e a Vilarinho.

Na avenida Úrsula Paulino, esquina com a alameda Maria Beatriz, o córrego Cercadinho transbordou. Um muro de um lote vago na rua Santo Antônio do Amparo com Tereza Cristina desabou. Um córrego transbordou na região do bairro Buritis e ameaça residências ao redor.