Como objetivo de reduzir o impacto de doenças e óbitos que incidem na população infantil, a capital mineira vai ganhar, ainda sem data definida, mais seis unidades coletoras de leite humano. Os postos de coleta fazem parte do projeto Mama Bebê, que teve início em 2004. As unidades coletoras estão em fase de implantação. Serão duas na região Centro-Sul, duas na Leste, uma na Norte e uma no Barreiro.

Neste ano já foram coletados 112 litros e, em 2014, 175 litros. O leite é destinado a recém-nascidos que não conseguem sugar o peito das mães, aos bebês de baixo peso e aos prematuros.

Atualmente, o leite é coletado em 14 centros de saúde e encaminhado para a Unidade de Referência Secundária (URS) Saudade, que repassa o alimento para a Maternidade Odete Valadares, hospital referência em banco de leite em Minas Gerais.

Como doar?

As mulher que se interessar em participar deve procurar uma unidade de saúde, passar por avaliação para constatar que está apta para doar e levar os exames recentes, com até seis meses de validade. Ela pode se voluntariar em uma unidade de coleta ou durante uma consulta de rotina no seu centro de saúde de referência. A doadora receberá um pote e os funcionários das unidades repassarão as recomendações para que ela possa fazer a coleta em casa.

O recolhimento do leite é feito pelas Equipes de Saúde da Família (ESF), que vão até a casa da doadora para buscar o leite e estocar o volume doado no centro de saúde.

Centros de saúde com postos de coleta de leite

• Venda Nova: Venda Nova, Copacabana e Lagoa
• Leste: Alto Vera Cruz, Boa Vista, Granja de Freitas, Paraíso, Clóvis Boechat de Menezes (Pompéia), Novo Horizonte e Taquaril
• Centro-Sul: Cafezal
• Norte: Novo Aarão Reis
• Nordeste: Olavo Albino e Cachoeirinha