Dependendo de onde você estiver em Florianópolis, não se tem a impressão de que está em uma capital. A cidade é bastante espalhada, não apenas pela ilha, como também no continente. Os bairros por vezes são tão isolados que podem ser descritos como pequenas cidades-satélites, com vida própria.
 
O número de habitantes – cerca de 406 mil moradores, segundo o último censo oficial – engana os desavisados: Floripa não é uma cidade pequena. Para se ter uma ideia, você pode levar até uma hora para ir do Aeroporto Hercílio Luz, que fica próximo à parte central da ilha, mas na metade sul, até a Praia de Canasvieiras, na ponta norte.

Apesar de ter população de cidade média para grande, Florianópolis ocupa toda a extensão da ilha de Santa Catarina e uma parte do continente também.
 
Ônibus e carro


 Aliás, para se deslocar em Floripa, ônibus e carro alugado são as melhores opções. O táxi pode ficar caro, pois os deslocamentos são consideráveis.

 Por outro lado, os ônibus servem bem à população. E todos o utilizam. Tanto que vi, várias vezes, pessoas de todas as classes sociais utilizando esse meio de transporte, de forma civilizada e tranquila, como tem de ser.

De maneira geral, Floripa se parece com uma cidade de praia de tamanho médio: não tem a concentração urbana do Rio ou de Salvador, mas tem aquele clima de tranquilidade, quando tudo parece mais calmo, mais simples e mais bonito.