Um casal foi preso em flagrante nos arredores da rodoviária de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira (18), com documentos falsificados. De acordo com a Polícia Militar, Márcio Silva Alves, de 51 anos,  e Cibele Ferreira da Paixão, de 32, estavam com carteira de identidade e cartão BHBUs adulterados. 
 
Os cartões eletrônicos eram vermelhos, destinados a portadores de deficiência física. Contudo, a dupla não apresentava nenhuma insuficiência. Eles foram abordados e detidos nas proximidades do quiosque de venda de passagens do Move, na esquina das ruas Carijós e Tumpinambás.
 
Em uma das identidades apreendidas com o casal havia um erro grotesco de português. O documento estava grafado como "identidada". A princípio, o homem alegou que os documentos eram de um amigo.
 
Depois, ele falou que comprou na Praça Sete, também no Centro de BH. Após a prisão, os militares fizeram contato com a Transfácil e constataram que os cartões eram válidos para duas mulheres, mas haviam sido clonados.
 
Os dois detidos foram levados para a Central de Flagrantes (Ceflan), onde a ocorrência está sendo registrada.