Militares do Pelotão de Operações com Produtos Perigosos do Batalhão de Emergências Ambientais e Respostas a Desastres (BEMAD) e do Grupo de Ações Táticas Especiais da (Gate) Polícia Militar de Minas  participaram, recentemente, de um curso de desativação de bombas.
 
Eles simularam ocorrências envolvendo produtos químicos, biológicos, radiológicos, nucleares e explosivos. Assim, segundo os bombeiros, as duas forças puderam alinhar ações em possíveis ocorrências envolvendo bombas terroristas.
 
As ações de atuações conjuntas foram planejadas, também, pensando nos Jogos Olímpicos, que serão disputados no Brasil no ano que vem.
 
Terrorismo
 
Durante o curso foi simulado uma ocorrência terrorista com o uso de bomba química, que contaminou reféns e militares do Gate. No treinamento, os bombeiros fizeram o salvamento e a descontaminação das vítimas.
 
Para fazer o resgate, os bombeiros utilizaram equipamentos de segurança individual Nível A e montaram uma tenda de descontaminação inflável, um corredor de redução de contaminantes.