Morreu, na manhã desta segunda-feira (29), a lendária da rua Guaicurus, Hilda Maia Valentim, mais conhecida como Hilda Furacão. Ela faleceu um dia antes de completar 84 anos, em um asilo público, em Buenos Aires, na Argentina. Hilda deverá ser enterrada em um cemitério municipal da capital argentina. 
 
Nascida em Pernambuco, Hilda viveu por anos na capital mineira, onde foi uma das mais famosas prostitutas da rua Guaicurus. A história dela ficou nacionalmente conhecida quando foi retratada pelo escritor Roberto Drummond, no livro “Hilda Furacão”, publicado em 1991. Devido ao sucesso da obra, sete anos depois, a Rede Globo se inspirou no romance e exibiu minissérie com o mesmo nome. 
 
Hilda foi esposa de Paulo Valentim, ex-jogador do Atlético, do Boca Juniors e do Botafogo. Nos últimos anos, ela vivia no anonimato na Argentina.