Militares da 6ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar conseguiram impedir que clientes de uma agência do Bradesco, na rua São Paulo, no Centro de Belo Horizonte, fossem vítimas do crime conhecido como “saidinha de banco”.
 
Segundo o 2º tenente Marcos Jacó, informações da polícia militar velada alertava para três pessoas na porta da agência bancária e que se preparavam para cometer o crime. Uma abordagem foi feita e com um deles, um adolescente de 14 anos, foi encontrado um revólver calibre 22, com todas as munições intactas.
 
Jonathas Gonçalves de Melo, de 20 anos, e Bruno Paulo Bernadino, de 22, que já tinha passagem pela PM por tráfico de drogas, também foram abordados. O trio negou a intenção de praticas qualquer crime e falou apenas estar passando pelo local. O menor alegou que a arma era para defesa própria, pois estava ameaçado de morte.
 
Os três e a arma foram encaminhados para o Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH) da Polícia Civil, para o encerramento da ocorrência.