Durante concentração na Praça 7, no Centro de Belo Horizonte, as 200 pessoas que participam de manifestação neste sábado (14) mostraram vontade em iniciar uma passeata. O objetivo do grupo é caminhar até o Mineirão, na Pampulha. No entanto, a Polícia Militar (PM) informou que a marcha só será permitida até a Praça da Estação. Além disso, cerca de 1.200 policiais cercaram a região Central da capital mineira, onde o trânsito no quarteirão da Praça 7 foi totalmente interditado.
 
A corporação também garantiu que, quem desobedecer o cerco, será revistado e, se necessário, detido. Indignados com a ação da polícia, os participantes do protesto reconheceram que estão cercados e chegaram a ligar para representantes do Ministério Público (MP) afirmando estarem 'sitiados'.
 
Desde o começo do ato contra a Copa, às 10 horas da manhã, oito manifestantes já foram presos. Com os detidos, foram apreendidos coquetel molotov, faca, garrafa de vinagre e máscara. Uma mochila cheia de pedras ainda foi encontrada abandonada na rua Rio de Janeiro.
 
Até o momento desta publicação, o protesto ocorria de forma pacífica.