Um homem que se passava por advogado e é investigado por 57 casos de estelionato foi preso e apresentado pela Polícia Civil (PC) nesta sexta-feira (9). Wesley dos Anjos, de 55 anos, foi detido por policiais civis da 3ª Delegacia de Santa Luzia, na Grande BH, no dia 27 de março deste ano, no bairro Retiro, em Contagem, também na região metropolitana. Ele foi autuado pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica.
 
De acordo com as investigações, que foram chefiadas pelo delegado Wilson Luiz de Oliveira, o falso advogado chegou a ter quase dois mil clientes e mantinha um escritório clandestino desde 2002, no bairro São Benedito, em Santa Luzia. O imóvel era usado na realização de consultas jurídicas e fechamento de contratos de prestação de serviços advocatícios. A polícia ainda descobriu que Anjos se apresentava como advogado formado em São Paulo, mas, para não ser descoberto, costumava contratar estagiários de Direito e/ou até mesmo profissionais já formados para que eles o representassem nas audiências judiciais. Do mesmo modo, ele conseguiu atuar ilegalmente em ações de revisão de contratos de financiamento, inventários e causas trabalhistas.
 
Após prestar depoimento e ser apresentado, o falso advogado foi encaminhado ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) da Gameleira, onde permanece preso à disposição da Justiça. (*Com PC)