A polícia está à procura de um golpista que conseguiu furtar cerca de R$ 137 mil ao enganar funcionária de casa lotérica em Tapira, no Alto Paranaíba.
 
O crime foi praticado por meio de telefone e ocorreu nessa segunda-feira (5), quando o suspeito se passou por funcionário da Caixa Econômica Federal de Araxá, na mesma região do Estado. 
 
De acordo com a Polícia Militar (PM) da cidade, a mulher fez em torno de 90 depósitos de R$ 1.500 cada em diferentes contas bancárias ao acreditar que estava fazendo um serviço sigiloso de atualização desse tipo de serviço.
 
A vítima contou para os policiais que o golpista chegou a citar nomes de reais funcionários do banco, informar senha e alegar que os depósitos eram apenas testes. Ele também prometeu entrar novamente em contato para confirmar o procedimento, mas não foi mais localizado. Desta forma, com o sumiço do suspeito, que ficou cerca de duas horas no telefone com a funcionária, ela desconfiou, ligou para a Caixa e descobriu a fraude. Na sequência, a mulher procurou a polícia e também relatou que o estelionatário chegou a pedir para ela não guardar os comprovantes dos depósitos e até destruí-los com água.
 
O caso é investigado pela Polícia Civil (PC).