“Se a vida der goiabas, faça uma goiabada”. O ditado não é bem assim, mas esse é o espírito que envolve duas cidades da região Central de Minas Gerais. Barão de Cocais e Rio Acima farão, neste fim de semana, festivais para prestigiar a fruta preferida do personagem de histórias em quadrinhos Chico Bento.
 
Em Rio Acima, a 39 quilômetros de Belo Horizonte, cerca de 50 famílias da Vila Santeiro se preparam, desde janeiro, para a 11ª Festa da Goiaba. Será produzida aproximadamente meia tonelada de quitutes com a fruta.
 
A doceira de mão cheia Luciana Ribeiro Rafael, de 34 anos, já está com tudo pronto: goiabada tradicional e cascão em barra e pote, compota, biscoitos casadinhos, geleias e licores para serem oferecidos a um público estimado em 35 mil pessoas nos quatro dias de evento.
 
Em festivais passados, Luciana conseguiu visibilidade suficiente para exportar as delícias para a Europa. Para a França, mandou um molho picante para carnes, encomendado por um chef de cozinha. Para Portugal, costumar enviar goiabada cascão e geleia.
 
Ela colhe a matéria-prima nos pés que tem em casa ou em sítios da região, e o preparo dos doces envolve a família inteira.
 
“A goiaba faz parte da minha vida há gerações. Passou da minha avó para minha mãe e, agora, minhas irmãs e eu aperfeiçoamos as receitas com cursos”, conta, citando ainda a ajuda dos cunhados para carregar as barras de “ouro vermelho” que ajudam no orçamento da casa.
 
A festa
 
A 11ª Festa da Goiaba começou na quinta-feira (1°) e termina neste domingo (4). Quarenta e quatro pratos foram preparados pelos expositores da cidade. 
 
Entre uma delícia e outra, vale conferir as atrações musicais do palco principal – Titãs, Thaeme e Thiago, grupo Bom Gosto e David Sacer, e a apresentação de artistas locais.
 
Neste sábado (3), a programação começa às 21h30 com o grupo Samba Sincero, seguido do Bom Gosto e, à 0h30, a banda Carícia. 
 
Já no domingo (4), a festa começa às 17h30 com o artista George Harrison, Cogumelos Derrapantes e, fechando a noite, a banda Titãs, às 22 horas. A entrada para o festival é gratuita.
 
Tradição e receitas repassadas para crianças e adolescentes 
 
Em Barão de Cocais, a 93 quilômetros da capital mineira, a praça da Matriz do Rosário, no distrito de Cocais, será palco da 3ª Festa da Quitanda e do 2º Festival da Goiabada. 
 
Cerca de 1.500 pessoas são esperadas para o evento gratuito, diz a secretária municipal de Cultura e Turismo, Marília Ângelo Oliveira.
 
“O objetivo da festa é divulgar e preservar o modo de fazer a goiabada cascão, registrado como patrimônio imaterial de Barão de Cocais”, afirma Marília. Tudo para fortalecer a produção do doce, que tem uma forma tradicional de ser preparado na cidade. 
 
A geleia incorporada ao doce, o tempo de cozimento, a hora certa de dar o ponto, a quantidade de açúcar... tudo pensado com carinho e nos mínimos detalhes. Na região, quase todas as mulheres sabem fazer a goiabada, algumas para aumentar a renda familiar.
 
Dia de festa
 
Uma das atrações mais esperadas do festival é o concurso de quitandeiras mirins, com delícias feitas por 17 crianças e adolescentes de dez a 17 anos. Bolos, pudins, broas, biscoitos e rosquinhas também estarão na competição das mulheres “mais crescidas”.
 
Fora da disputa, haverá barraquinhas com quitutes à venda, além de produtos com ingredientes da agricultura familiar como pão com linguiça, feijão tropeiro e pastel de angu.
 
Neste sábado (3), as festividades vão das 9h30 às 19 horas e, no domingo (4), das 9 às 12 horas, sendo uma das atrações principais o grupo mineiro Zé da Guiomar, tocando samba de raiz.