O trecho do Anel Rodoviário, no bairro Jardim Vitória, região Nordeste de Belo Horizonte, foi fechado na noite desta segunda-feira (28) por manifestantes que exigem melhorias no local. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), cerca de 300 pessoas impedem o tráfego de veículos na altura do quilômetro 458 da BR-381. O congestionamento ultrapassa sete quilômetros.

Os manifestantes, moradores da Favela da Luz, pretendem com o movimento, dentre outras reivindicações, instalação de iluminação pública no local, saneamento básico e construção de uma passarela antes do retorno para Belo Horizonte. Os moradores do aglomerado protestam, também, pelo atropelamento de uma mulher que morreu, na última sexta-feira (25), após ser atingida por um veículo.
 
De acordo a PMRv, a favela recebeu o nome de Luz por causa da falta de iluminação no local, uma trincheira. Quando foi invadida, os populares pegaram fios de luz para colocar nas casas. Conforme o órgão, mais de dois quilômetros da rodovia estão no escuro em decorrência do problema. No local, é constante o atropelamento de pessoas e de animais, já que há muitos criadouros na região. Além disso, o esgoto corre na beira da rodovia.