Por um aumento de 10% no salários, funcionários do Hospital Universitário São José (HUSJ), localizado no Barro Preto, na região Centro-Sul de BH, fizeram um protesto nesta segunda-feira (8). Cerca de 200 manifestantes participaram de uma assembleia e decidiram entrar em greve para forçar melhorias nas condições de trabalho e nos salários.

O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindeess), que representa os manifestantes do Hospital Universitário São José, informou que a categoria denuncia assédio moral nas instalações da unidade de saúde. O protesto não causou transtornos no trânsito, conforme a Polícia Militar e a BHTrans.

Eles pedem aumento de 10% do salário e melhores condições de trabalho. Funcionários do bloco cirúrgico, enfermagem, CTI, farmácia, cozinha, serviços gerais, manutenção e administração são os que aderiram o movimento, conforme o Sindess.

A assessoria de comunicação do hospital informou que representantes da diretoria da unidade estão reunidos nesta manhã com representantes dos funcionários e do sindicato  para tentar um possível acordo. Uma denúncia indicou que 50 cirurgias foram canceladas e/ou adiadas, mas a assessoria não confirmou essa informação.

Por meio de nota, a diretoria do Hospital Universitário São José reitera que sempre adotou como conduta, o diálogo aberto com seus colaboradores e o Sindees, sindicato que representa a categoria. Sendo assim, a unidade de saúde considera a definição de greve, uma medida intempestiva, por parte do sindicato, uma vez que, como a data-base do dissídio é o mês de abril, as negociações já estão em andamento para atendimento às reinvidicações da categoria, representada pelo Sindees.

O HUSJ, entidade filantrópica e sem fins lucrativos, informou ainda que "lamenta a inoportunidade da greve no momento de grande demanda do Sistema de Saúde". Quanto aos atendimentos e cirurgias agendadas, o HUSJ, visando manter a segurança de seus pacientes, irá atender dentro das condições de funcionamento mínimo, necessários para assistência com qualidade. O hospital manterá o diálogo aberto com os funcionários e sindicato, dando prosseguimento às negociações.

O Hospital Universitário São José

O Hospital Universitário São José é uma instituição médica e acadêmica filantrópica, sem fins lucrativos, que destina 100% dos seus leitos de internação, suas consultas ambulatoriais e exames complementares aos pacientes do Sistema Único de Saúde. A unidade realiza, em média, 70 mil consultas médicas ambulatoriais todos os anos e mais de seis mil internações, nas mais diferentes áreas. A gestão do hospital é feita pela Fundação Educacional Lucas Machado, desde 15 de outubro de 1990. As informações são do próprio hospital e foram disponibilizadas no site da unidade de saúde.

Atualizada às 15h10.