Desde o início desta semana, o Hoje em Dia vem denunciando o comércio de produtos roubados, droga e até a venda de documentos falsos na Praça 7, em plena área Central de Belo Horizonte. Depois de uma série de reportagens militares do 1º Batalhão da Polícia Militar, começaram a monitorar a região e já prenderam quatro pessoas suspeitos de estelionato. 

Na manhã desta quinta-feira (28), dois homens e uma mulher foram presos comercializando carteiras de estudante. Com o trio foram apreendidas mais de 50 carteiras, carimbos e cadernos com anotações. A ocorrência foi encaminhada para a 6ª Companhia do 1º Batalhão. 
 
Nessa quarta-feira (27), uma mulher de 29 anos foi presa suspeita de vender atestados médicos no mesmo local. Ariane Torres já estava sendo observada e tinha diversos carimbos e documentos em brancos. Segundo a PM, antes de ser presa a mulher havia se envolvido em uma briga quando saía de um bar na rua Tupis. 
 
Os policiais que atenderam a ocorrência perceberam que ela estava nervosa e segurava duas bolsas como se estivesse tentando esconder algo. Ariane foi abordada e os militares encontraram carimbos de médicos e de escolas municipais, atestados médicos em branco, receitas de medicamentos controlados, declarações escolares entre outros documentos.
 
A mulher alegou que os materiais seriam de uma amiga com quem se encontraria na Praça 7. Além disso, Ariane apontou o nome de um outro homem que também seria responsável pelos produtos apreendidos. A PM suspeita de que os materiais seriam comercializados no Centro de Belo Horizonte.