Conteúdo de responsabilidade de Celso Martins Santos

No último mês, a economia brasileira começou a dar sinais de avanço, mesmo em meio a pandemia. Isso porque seguindo as medidas de higienização necessárias para evitar a propagação da Covid-19, os negócios digitais do turismo no Brasil voltaram a crescer.

Segundo dados levantados pela consultoria Conversion, especializada em SEO e marketing de performance, ao todo, o setor obteve uma alta de 28% em relação a maio. Número animador para empreendedores e para quem pensa em viajar.

Esse resultado diz muito sobre as medidas e cuidados adotados para garantir a segurança e bem-estar do consumidor. Salvador, por exemplo, que é uma das cidades mais procuradas por turistas brasileiros, recebeu o selo Safe Travels, do WTTC, o Conselho Mundial de Viagens e Turismo. Essa honraria é fornecida somente para destinos que seguem os novos protocolos de saúde e segurança em relação ao coronavírus.

Pensando nisso, se você está em busca de passagem para Salvador, vale ficar de olho nos sites das companhias aéreas. A LATAM Airlines Brasil anunciou que vai aumentar as operações no mês de agosto e setembro em âmbito doméstico brasileiro. Então, as opções de voos consequentemente serão maiores. Gol e Azul também ampliaram a oferta de voos saindo de Guarulhos (SP), Campinas (SP) e Belo Horizonte.

Outra opção muito procurada para o turismo em território nacional, é Fortaleza. A capital do Estado do Ceará tem obtido importantes avanços nas fases do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais.

De acordo com o decreto 33.684, publicado no Diário Oficial do Estado, a cidade e outros municípios cearenses têm demonstrado que os indicadores de saúde melhoraram ou se mantiveram estáveis. Dessa forma, o funcionamento das atividades econômicas do Estado do Ceará atingiu 95%, o que significa empregos e a rotina do estado sendo retomados. 

Portanto, se você já foi em busca de hotéis em Fortaleza, fez o seu planejamento financeiro, agendou as datas no seu calendário, mas ainda está com medo de enfrentar o possível contato com todas aquelas pessoas no aeroporto, não se preocupe. 

O Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins adotou, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), barreiras sanitárias. Ou seja, uma equipe especializada realiza, na área de desembarque do terminal, o serviço de aferição de temperatura corporal, triagem de passageiros e repasse de informações sobre os sintomas da doença. E, caso seja preciso, os técnicos encaminham o passageiro à rede de atenção à saúde.