O Ministério do Esporte promete criar um grupo de trabalho para analisar toda legislação brasileira que rege o pôquer, que é reconhecido pela Federação Internacional dos Esportes da Mente (IMSA) e tem mais de 4 milhões de praticantes por todo o Brasil.

“Damos um importante passo para regularizar o pôquer no Brasil depois de muitos anos de trabalho. Ainda temos uma longa trajetória pela frente até o resultado final deste grupo, mas, tenho certeza que nós, os milhares de apaixonados, queremos praticar um esporte da mente com dignidade, como atividade social, que gere entretenimento, emprego, renda, turismo, engajamento e divisas para o país. Estamos muito felizes. Essa é uma vitória não só minha, da CBTH, mas de toda comunidade do pôquer nacional”, comemora o presidente da Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH), Igor Trafane Federal.

A regulamentação é um antigo pedido da comunidade do pôquer e principal bandeira da CBTH, órgão máximo do pôquer nacional. Para o campeão mundial de pôquer e um dos principais nomes do cenário, o paulista Andre Akkari, regulamentar o esporte é uma forma de trazer segurança a todos os esportistas, investidores e trabalhadores da classe.

O crescimento do esporte – que hoje é um dos que mais crescem no Brasil depois do futebol e MMA – está chamando a atenção de milhares de adeptos, empresários, celebridades, atletas olímpicos, ex-atletas, formadores de opinião, jornalistas, mães de família, etc. Hoje, dois dos maiores ídolos do futebol brasileiro, Neymar e Ronaldo “Fenômeno” são os principais embaixadores do pôquer no Brasil e desempenham um papel para desmitificar esse esporte da mente por aqui.

“Os caminhos para a regularização serão tratados por esta comissão e é muito cedo para fazer especulações, mas estamos muito confiantes nos próximos passos e tenho certeza que o melhor será feito para o nosso esporte”, diz o presidente da entidade.

A campanha conta com uma movimentação nas redes sociais com a mobilização das pessoas que apoiam a regulamentação do pôquer no Brasil, por meio do uso das hashtags #PokerLegal #ParabensMinisteriodoEsporte e envios de e-mails de agradecimento como forma de agradecer a iniciativa do Ministério do Esporte na criação desse grupo de trabalho.

Sobre a CBTH

Fundada em 2009, a CBTH é a entidade máxima do pôquer brasileiro, um esporte da mente reconhecido pela Federação Internacional dos Esportes da Mente (IMSA) e que hoje é jogado por mais de 4 milhões de praticantes pelos quatro cantos do Brasil. A entidade é responsável por difundir essa modalidade do país e batalhar pelo seu reconhecimento como esporte capaz de desenvolver muitas habilidades para o ser humano.