Muitos pilotos que  já conquistaram ou brigaram por títulos da Fórmula 1 se aposentaram quando já não vinham tendo grandes chances na categoria. Para Christian Horner, chefe da Red Bull, Mark Webber fez o contrário e anunciou sua aposentadoria da competição mesmo pilotando em alto nível.

"Eu disse a ele antes do pódio: ‘Você tem certeza que quer se aposentar? Sua ultrapassagem por fora no Lewis foi impressionante’. Mas é ótimo vê-lo se despedir assim, enquanto ainda está no topo de sua performance", declarou Horner.

Apesar de nunca ter sido campeão da Fórmula 1, o australiano terminou na terceira colocação do Mundial em três das últimas quatro temporadas. No GP do Brasil, no último final de semana, ele largou mal, mas fez boas ultrapassagens ao longo da prova para terminar na segunda colocação.

Mesmo longe da principal categoria do automobilismo mundial, Webber continuará nas pistas disputando o Campeonato Mundial de Endurance com a equipe Porsche.