Atlético x Vasco no Independência poderia ser um jogo escondido da quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Mas, por questões de astronomia, teoria da conspiração ou apenas uma brincadeira do destino, o duelo de alvinegros tem ingredientes saborosos para a torcida alvinegra.

Primeiro porque será o 200º jogo do zagueiro  e capitão Leonardo Silva, o integrante mais antigo do atual elenco, já que Marcos Rocha jogou em 2009, mas saiu emprestado até retornar em 2012. Além disso, o camisa 3 comemorará a marca diante do goleiro Martín Silva, que levou o gol mais importante de Léo, na final da Libertadores 2013.

"Vai ser um encontro legal e espero sair vencedor outra vez. Esses reencontros são legais e espero que o Atlético possa fazer grande jogo”, disse o líder da equipe.

Outro reencontro é entre Victor e o atacante Riascos logo dois anos e um dia depois da famosa defesa depênalti do "santo atleticano". O colombiano, que pertence ao Cruzeiro, foi emprestado ao Vasco até maio de 2016. Responsável por errar o pênalti em Atlético x Tijuana nas quartas-de-final, o jogador virou "ídolo" da Massa.

Riascos treinou no Vasco da Gama ontem e foi regularizado no BID da CBF. Agora, depende só de Doriva para escalá-lo. Em relação ao dono da meta cruz-maltina, por pouco ele não fica de fora. Convocado para a Copa América, na qual defenderá o Uruguai, Martín Silva se apresentará à Seleção um dia depois do jogo contra o Galo.