Um mês após ter colocado o cargo de treinador à disposição e recebido um “não” da diretoria do Flamengo na ocasião, Renato Gaúcho deixou o comando do time rubro-negro. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (29), por meio das redes sociais da agremiação carioca.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que, após conversa entre as partes, o técnico Renato Gaúcho não comanda mais o time principal”, diz o comunicado.

Renato deixa o Rubro-Negro após 38 jogos, 25 vitórias, oito empates e cinco derrotas. Apesar do aproveitamento de 72,8%, o treinador fracassou na busca pelos títulos da Copa do Brasil e da Libertadores. A taça do Brasileirão também está muito perto de ficar nas mãos do Atlético.

Flamengo

O técnico havia colocado o cargo à disposição após o revés por 3 a 0 para o Athletico-PR, no Maracanã, no dia 27 de outubro, mas a diretoria flamenguista deu um voto de confiança a ele.

Depois da perda da Libertadores para o Palmeiras, no último sábado (27), no Uruguai, reuniões envolvendo a cúpula do clube e o treinador decretaram a saída de Renato.

O Flamengo entra em campo nesta terça-feira (30), às 20h, contra o Ceará, no Maracanã, pela 36ª rodada do Brasileiro. O time carioca está a 11 pontos do líder Atlético. Se o Rubro-Negro não superar o Vozão, o Galo será campeão antecipado da competição por pontos corridos.

 

Leia mais:
Palmeiras supera o Flamengo, quebra jejum e conquista o tri da Copa Libertadores
Fluminense formalizará protesto contra arbitragem e pênalti marcado em favor do Atlético
Nacho alcançará marca de 50 duelos pelo Galo já como campeão ou titular em hipotético jogo do título